É muito importante ter-se a perceção do que é informação fidedigna.

Muitas vezes levamos demasiado a sério o que ouvimos na televisão ou mesmo os que os profissionais de saúde nos dizem. Quantas as vezes ouvimos imensos profissionais de saúde a falarem sobre um determinado tema na televisão?

A pergunta é: será que o que este diz é o mais correto? Isto porque muitas vezes é dita tanta barbaridade que, infelizmente, só quem é da mesma área que esse profissional é que se apercebe das asneiras que estão a ser ditas para milhões de pessoas (digo isto por experiência própria).

Assim sendo, é importante ter-se algum conhecimento acerca dos chamados níveis de evidência científica:

Níveis de evidência científica (imagem retirada do documento abaixo referenciado)

 

Como podem observar a opinião de especialistas (incluindo obviamente a de profissionais de saúde) está na base da pirâmide e é considerada dos níveis mais baixos de evidência científica. Já as meta-análises (Mega-trials) e os estudos clínicos randomizados estão no topo, sendo por isso os documentos científicos de melhor qualidade.

Todos os artigos publicados neste site estão no topo desta pirâmide, uma vez que o objetivo de Na Palma da Mão é informar o público utilizando a melhor evidência científica possível e todos eles apresentam bibliografia para o caso de teres alguma dúvida sobre o que foi escrito e puderes ter acesso às fontes que foram utilizadas.

Se tens curiosidade em saber a diferença entre os diferentes níveis de evidência cientifica, poderás aceder ao seguinte link: https://www.nesc.ufg.br/up/19/o/Pr__ticas_cl__nicas_baseadas_em_evid__ncias.pdf